INTERFACE NEURODIGITAL

As interfaces neurodigitais vieram introduzir um novo paradigma nas áreas da saúde e da educação: o tratamento e a potenciação das capacidades físicas, intelectuais e psicológicas dos seres humanos. Exemplos disso são o Human Cognome Project do governo americano que tem por fim a compreensão da estrutura, do funcionamento e da potenciação da mente humana e as Humanized Technologies com vista a potenciar a comunicação humana.

 

Uma nova abordagem para os cuidados de saúde mental e para a potenciação das capacidades mentais.

Conjugando as tecnologias da informação, as ciências computacionais e a inteligência artificial com as neurociências e as ciências cognitivas, o Neurobios desenvolveu um sistema de interface cérebro-computador com vista a tratar problemas psicológicos e a potenciar as capacidades mentais e o equilíbrio emocional das pessoas, num ambiente Wi-Fi auto-regulado.

 

Novas fluências digitais nas práticas profissionais

Com o sistema de auto-treino cerebral e seus reflexos sobre o equilíbrio mental, desenvolvido pelo Neurobios, os profissionais da saúde Mental tem à sua disposição um sistema de regulação do funcionamento do cérebro, online, controlado por algoritmos de inteligência artificial e focado sobre as assinaturas digitais cerebrais específicas de cada um dos seus clientes. Este sistema de neuromodelação por Neurofeedback online constitui a base dessa nova fluência digital que, através de um conjunto de árvores de decisão por algoritmos de machine learning, assegura ou a potenciação das capacidades cognitivas e o equilíbrio emocional ou a correção dos desequilíbrios cerebrais manifestos em comportamentos desadaptativos, em sistemas distintos designados respectivamente por neuromelhoramento e neuroterapia online.

 

Áreas de aplicação

Saúde

Neuroterapia para problemas do comportamento Potenciação das capacidades mentais Equilíbrio emocional

Educação

Potenciação das capacidades de aprendizagem Equilíbrio emocional Desenvolvimento cognitivo-emocional